Exercício com Barra e Halteres: qual é o mais eficaz?

Exercício com Barra e Halteres: qual é o mais eficaz?

Exercício com barra ou halteres: qual funciona melhor?

Aperfeiçoe seu treino de deltoides e crie ombros maiores ao descobrir se o desenvolvimento com barra ou halteres funciona melhor para você.

Deltoides bem montados realmente fazem uma grande diferença em um físico.

Ombros largos podem alterar a estética corporal da água para o vinho.

Essencialmente, quanto mais largos os ombros, mais fica fina a cintura e aparenta ser e mais próximo de um formato em “V” o seu corpo fica.

Ao fazer um cutting (que significa queimar gordura), cada milímetro de gordura destruída na região do abdômen, vai deixar seus ombros ainda mais volumosos.

Então, treinar ombros é de grande importância e qualquer vantagem atingida para apressar os ganhos, mesmo que mínimo, sempre será bem vindo.

Entenda, desenvolvimentos, elevações e remadas, são façanhas mais conhecidas para arremeter a musculatura do deltoide.

A Cada uma delas possui seus mínimos detalhes que, quando bem explorados, poderão obter mais ganhos. As vezes, bem mais do que se espera.

E um exercício que pode fazer a diferença no seu treino é o desenvolvimento – o fundamental exercício composto para treinar este local.

As formas mais habituais de fazer desenvolvimento é usando barra e halteres.

Cada uma delas possui vantagens únicas no treino e saber diferenciar qual delas é a melhor para você, vai influenciar nos seus resultados.

Desenvolvimento com barra

Tão importante quanto supino, agachamento e barra-fixa, o desenvolvimento barra é um treinamento básico para treinar deltoides.

Por ser um treino de diversas variações, e com barra, o exercício permite que você use mais carga e assim consiga usar mais peso e e forçar a musculatura.

O exercício pode ser realizado tanto de pé como sentado, a técnica é parecido nas duas formas.

Segurando a barra com uma pegada um pouco mais distante que os ombros.

Iniciando o treino com a barra apenas a alguns centímetros da clavícula, porem sem parar a carga na região.

Com apenas uma movimentação, empurre a carga para cima de frente para o seu rosto e com os cotovelos em 45 graus. Estando neste ponto, a barra deve estar acima da sua cabeça.

Sem expandir completamente a articulação do cotovelo, sinta os músculos trabalharem, então desça demoradamente a barra até a posição que começou.

Desenvolvimento com halteres

O desenvolvimento com halteres é certamente a forma mais habitual vista em academias.

Geralmente essa forma é escolhida por conta do desimpedimento de equipamento.

Fora disso, desenvolvimento com halteres pode ser tão eficaz para desenvolver deltoides quanto a variação usando uma barra.

É capaz fazer o exercício tanto sentado como em pé.

Para os propósitos do texto iremos falar sobre esse treino feito de forma sentada.

Para fazer o treino basta pegar os halteres e começar com ambos na devida ordem ao lado dos ombros com as palmas das mãos apontadas para frente.

Com os cotovelos apontando para os lados, apenas empurre a carga para cima, fazendo um arco recatado para a carga ir acima da sua cabeça.

Levante a carga até que os halteres se encontrem no meio, sem expandir completamente a articulação do cotovelo.

Agora basta descer a carga controlando a ação da gravidade, até a posição que começou.

Desenvolvimento com barra ou halteres?

As duas formas são ótimas e as duas dispõem pontos fortes e fracos, o que pode induzir na sua decisão ao optar entre desenvolvimento com barra ou halteres em seu exercício de deltoides.

A forma com barra concede cargas maiores, mas a dificuldade da amplitude e menos trabalho de outras cabeças do deltoide.

Enquanto a forma com halteres, permite uma amplitude menor, mas maior recrutamento e qualidade de recrutamento.

Novamente, o que vai dizer qual deles é melhor para você, é justamente suas necessidades.

Mix Receitas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *